top of page
o trabalho da life eventos especiais na mídia especializada

Jornal Zero Hora
03/05/2024

Casais da Geração Z têm investido em festas que fazem sentido para a história de ambos e proporcionam experiências aos convidados, mesmo que isso signifique quebrar protocolos ou ressignificar tradições

Decorações inspiradas no universo musical, na cultura viking ou em filmes de comédia. Bar de cigarros, sala de jogos e food trucks com pastel e outros lanches também podem compor os novos cenários. 

O que os atuais casamentos têm em comum é justamente o fato de colecionarem elementos que os tornam diferentes. Isso porque, mais do que nunca, as celebrações são permeadas pelo que faz sentido para os casais e pela vontade de proporcionar uma verdadeira experiência aos convidados.

Essas mudanças estão sendo observadas com uma frequência cada vez maior entre pessoas mais novas, que planejam as cerimônias baseadas na forma como querem viver aquele momento, mesmo que isso signifique quebrar protocolos ou ressignificar algumas tradições. 

De acordo com dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 28.136 pessoas com até 29 anos, representantes da geração Z, se casaram no Rio Grande do Sul em 2022.

Isso também gerou alterações na distribuição do orçamento das festas. Fernanda Dutra, cerimonialista da Life Eventos Especiais, aponta que, antes, o maior investimento era voltado à decoração. Agora, o foco maior é em oferecer experiências diferentes aos convidados. Exemplo disso é um casamento que ocorrerá no final deste ano inspirado em festivais de música.

Outra celebração realizada por Fernanda em março deste ano contou com uma brincadeira inusitada. O jovem casal comprou um bafômetro e, durante a festa, fez o teste nos convidados que estavam bebendo. O teor alcoólico que aparecia na tela definia o valor que os participantes deveriam transferir para os noivos.

— Dentro desse público mais jovem, quando alguém se casa, começa a ter uma sequência de casamentos. Quatro, cinco, seis em um ano e todos querem fazer coisas diferentes para não ser mais do mesmo. Querem sempre surpreender os convidados, com shows, bandas, surpresas na festa, painéis interativos — afirma Fernanda.

ssa necessidade também é observada por quem organiza as cerimônias. Conforme Fernanda, a ânsia pelo imediatismo é uma das principais características entre os jovens que se casam: eles querem receber as fotos e os vídeos o quanto antes para compartilhar em seus perfis. Gabriela acrescenta que isso acaba refletindo nas empresas, que adaptam seus serviços para oferecer uma cobertura mais instantânea, com filmagens mais curtas, feitas exclusivamente com o celular, por exemplo.

2024-05 - Zero Hora.jpg
bottom of page